in , ,

Vestido submerso no Mar Morto se transforma numa incrível escultura de sal, por Sigalit Landau

Sigalit Landau é uma artista israelense nascida em Jerusalém. Desde a infância mantém uma relação especial de reverência pelo Mar Morto. O que acabou influenciado bastante no processo criativo de muitas de suas obras, tanto com o uso do sal como matéria-prima como misticamente.

Seu mais recente trabalho é, ao mesmo tempo, uma série fotográfica e uma escultura. Landau submergiu um vestido preto nas águas hiper-salgadas do Mar Morto e retornou vária vezes para fotografar o processo de salinização dele, acompanhando a cristalização gradual do sal em suas tramas. O resultado é uma escultura impressionante composta do mais puro sal reluzente e uma série de oito fotografias que denominou de ‘Salt Bride’, Noiva de Sal em bom português. O processo ao todo levou dois anos.

Até o dia 3 de setembro deste ano (2016), ficará em exibição na galeria de arte Marlborough Contemporary de Londres.

Mais informações: sigalitlandau.com (h/t: My Modern Met).

Escrito por Leandro Oliveira

I’m the CEO-founder of Visualflood, based in Feira de Santana, Brazil. Someone who loves visual arts and innovative technologies.

As esculturas cerâmicas que você juraria ser feitas em madeira de Christopher David White

As mesas de centro que imitam profundezas aquáticas, por Alexandre Chapelin