in ,

Pinturas de grafites feitos nos locais mais improváveis e impossíveis que existem, do artista americano Josh Keyes

Josh Keyes é um artista americano natural de Tacoma, estado de Washington. Obteve seu bacharelado em Belas Artes pela escola do Instituto de Arte de Chicago, em 1992, e o título de mestre pela Escola de Artes da Universidade de Yale, em 1998. Suas obras já foram exibidas tanto dentro quanto fora dos Estados Unidos, em coleções públicas e privadas. Atualmente vive e trabalha em Portland, Oregon, com sua esposa e filha.

“Há coisas e locais onde os grafites não deveriam estar?”, pergunta Keyes em entrevista ao site Colossal. “Quem pode dizer qual superfície deveria ser mantida sem grafites? Minha preocupação pessoal é que essa será uma realidade algum dia e isso exprime uma grande questão sobre nosso relacionamento com o mundo natural. Os grafites espaciais e no satélite sugerem que, ainda que colonizássemos outros mundos, que marcas vamos deixar? Não importa aonde formos, sempre haverá evidências de nossa presença.”

Mais informações: Website | Instagram (h/t: Colossal).

Escrito por Leandro Oliveira

I’m the CEO-founder of Visualflood, based in Feira de Santana, Brazil. Someone who loves visual arts and innovative technologies.

Série “Driving” do fotógrafo Jarod Luebbert

Pinturas figurativas de Emma Sheldrake